Matéria

Geral

A importância do pré-operatório

Publicado em 26/01/2009

Uma das regras a ser seguida para o sucesso de uma cirurgia plástica é o pré-operatório. É fundamental que o paciente tenha, além de avaliações laboratoriais, as clínicas, pois nelas são descobertos problemas que não são detectados sem a união dos dois tipos de avaliação.
Se o paciente for passar por anestesia geral é interessante que seja feita a análise pelo anestesista. Um fato grave é que alguns pacientes omitem as medicações que estão ingerindo no dia-a-dia.
Todo medicamento utilizado deve ser comunicado ao médico e interrompido 15 dias antecedentes à cirurgia, com exceção daqueles para controle da hipertensão, diabetes ou outro tipo de doença.
Mas o maior perigo está nos medicamentos naturais, como Gingko-Biloba, Arnica, Ginseng ou mesmo certas vitaminas, pois são medicações anti-coagulantes (que afinam o sangue) que podem levar o paciente a hemorragias durante a cirurgia, ou mesmo no pós-operatório imediato.
Outros medicamentos que também devem ser interrompidos antes de qualquer procedimento cirúrgico são os analgésicos que contenham Ácido Acetil Salicílico (AAS) e fórmulas para emagrecer.
Por isso é muito importante que o cirurgião plástico esteja a par do histórico do paciente, inclusive o histórico familiar. Afinal, o paciente tem que entrar na sala de cirurgia com a saúde perfeita.

Fonte: Site iTodas
http://itodas.uol.com.br/portal/beleza_e_moda/colunistas/ewaldo_bolivar/materia.itd.aspx?cod=3986&canal=721
Veja mais matérias de Geral